fbpx

Deputado Federal e empresários são investigados por compra de votos

 

Por telefone o Deputado Federal Euclydes Peternsen disse que nunca comprou voto pra se eleger e que a prestação de contas dele foi aprovada pela Justiça Eleitoral. Disse também que tudo não passa de perseguição pessoal de pessoas desprovidas de luz própria. Ele ressaltou ainda que em nenhum momento teve ou fez troca de votos por consultas médicas, e que até hoje, não foi chamado pelo Ministério Público pra depor e que o MP também não pediu nenhuma documentação dele. Acrescentou ainda que se o interesse do investigador fosse investigar eventual dúvida, deveria ter feito a intimação, concluindo que a interpretação do Ministério Público foi equivocada, forçada e distorcida. O deputado encerra se colocando à disposição da justiça para esclarecimentos dos fato relacionado a investigação.

Paulo Henrique, conhecido como Xaxá, que era assessor de Euclydes Petersen, disse que as acusações contra ele não procedem e que a história, alegada pelo Ministério Público está equivocada. Disse ainda que gostaria de falar pessoalmente sobre o assunto, mas prefere aguardar a chegada do advogado dele, que está viajando.

A Vereadora Mariana Nobre Fernandes, conhecida como Mariana da Xodó, do PRB de Capitão Andrade, não atendeu nossas ligações.

Nós também não conseguimos contato com Edson Bodola, ex-prefeito de Divino das Laranjeiras.

A assessoria do Hospital Samaritano informou que a instituição não tem conhecimento das investigações e que não foi notificada e nem convidada a esclarecer sobre a questão ou qualquer outro assunto que paire sobre a idoneidade da instituição, ao longo dos 70 anos de história.

O médico Thiago Bernardes Peixoto Temponi negou participação em compra de votos. Disse também que o único contato que teve com o Deputado Federal Euclydes Petersen, foi na ocasião que precisou do primo do deputado, pra fazer uma cirurgia no próprio braço.

O advogado do empresário e ex deputado estadual Hélio Gomes, informou que pelo fato dele ter sido deputado e ser empresário, o Ministério Público deduziu que o apoio dado por Hélio Gomes a Euclydes Pettersen seria financeiro.  Contudo, o advogado enfatiza, que o apoio dado pelo empresário foi puramente política. Disse também que o Ministério Público fez escutas e apreensões na casa do empresário, mas nada foi encontrado.

Nós também  tentamos falar com os advogados do empresário e ex deputado estadual Jairo Lessa, mas não conseguimos.

O Ministério Público informou que o processo ainda faz parte das investigações e que até o momento, nenhum dos citados foi oficialmente denunciado na justiça.

Ultimas Notícias

Morto a tiros dentro de casa em Itanhomi

Programa: BALANÇO GERAL, 18/01/2021Apresentado por Nathan Goulart NOSSAS REDES SOCIAIS Instagram @tvlesteofFacebook: TVLesteTV Leste, afiliada a Record TV em Governador

Universidade oferece aulão gratuito para inscritos no ENEM

Programa: BALANÇO GERAL, 13/10/2021Apresentado por Nicomedes Felício As inscrições para os candidatos que têm intenção de ocupar algum cargo na

Boletim Informativo Coronavírus: MG RECORD | 14/01/2021

Programa: MG RECORD, 14/01/2021Apresentado por Saulo Bernardo NOSSAS REDES SOCIAIS Instagram @tvlesteofFacebook: TVLesteTV Leste, afiliada a Record TV em Governador

Espaço Cultural Esperança: ajuda para inauguração em Gov. Valadares

Programa: MG RECORD, 14/01/2021Apresentado por Saulo Bernardo Um projeto social criado por uma valadarense, que está morando nos Estados Unidos,

Alerta para não cair: golpes pela internet cresceram 60% durante a pandemia

Programa: MG RECORD, 14/01/2021Apresentado por Saulo Bernardo Os golpes pela internet cresceram 60% durante a pandemia. Um estelionatário chegou a